Empreendedorismo Millennials Transformação Digital

2019… Press Start

Passagem de ano, é sempre natural que circulem rumores, sobre as grandes tendências para o novo ano.

Mas poucos falam depois, sobre aquilo que realmente se concretizou.

O ano de 2018, por exemplo, foi marcado pela concretização de uma grande tendência, ou melhor dizendo, necessidade dos últimos anos:

Encontrar um propósito, tanto na vida pessoal, quanto profissional.

Nunca se falou ou se percebeu tanto este aspecto mental em profissionais e empresas, que passaram a enxergar com outros olhos a forma de fazer negócios.

É preciso acreditar no que você faz e saber o porquê; se cercar de pessoas e/ou empresas, que acreditam, no que você acredita.

E isso contribuiu muito para o ecossistema de negócios.

Mas essa tendência ou concretização, talvez seja derivada de uma outra, muito comentada nos últimos anos, mas que agora chega com força para se concretizar.

Os millennials ou geração y, que ocupam uma grande faixa demográfica da população mundial, cresce cada vez mais, quando se trata de empreender.

E talvez essa geração tenha trazido à tona essa necessidade de atuação, não apenas com o objetivo de obter lucro, mas de se perceber um propósito.

De fazer aquilo que realmente faça sentido, seguindo a máxima de que “dinheiro é consequência”.

Neste post vamos falar sobre a tendência ou concretização dessa geração como empreendedora, e como ela está tratando os negócios. Acompanhe!

A geração do inconformismo com propósito

Já está batido falar sobre detalhes desta geração, que contempla os nascidos entre meados dos anos 80 e 2000 (existem controvérsias), que já foi bastante difundida, em função de seus hábitos de consumo.

Mas vale lembrar e reforçar algumas características que podem ser usadas para defini-los:

Inquietos, inconformados, originais, ansiosos, ágeis, sedentos por inovação e informação. De quebra, ainda são apaixonados por tecnologia.

Para quem ainda não se acostumou, às vezes, pode soar ofensivo, tanto as características mencionadas, quanto as aversões que possuem a ritos tradicionais. Eles não são muito chegados em casar, ter filhos, comprar a casa própria, entre outras coisas.

As prioridades são outras e uma das mais importantes é conquistar seu lugar no mundo.

E, aos poucos, eles vêm conseguindo.

Alguns sinais importantes disso são as intensas mudanças ocorridas no mercado de trabalho nos últimos anos, relacionadas com os valores, objetivos e prioridades dos profissionais.

Atualmente, se valoriza muito mais a qualidade de vida e a oportunidade de vencer desafios do que a estabilidade dentro da empresa.

Outro assunto em que os millennials estão contribuindo é a disseminação de novas tecnologias, ou a revolução tecnológica que estamos vivendo em quase todos os setores da economia.

Para eles é fácil, pois, já nasceram com a internet e não conhecem um mundo sem smartphones.

Uma das consequências diretas foi o intenso aparecimento de startups disruptivas, que utilizam as novas tecnologias para inovar muitas atividades do dia a dia, seja através de aplicativos, robôs ou serviços.

Essa nova geração de empreendedores querem ser seus próprios chefes, mostrando um pouco de suas personalidades em seus empreendimentos.

Eles costumam traduzir isso com uma palavra que vem sendo muito falada, que já mencionamos no início do post: propósito.

Significa que eles não querem se contentar, apenas, com um trabalho ou um negócio.

Eles querem criar um estilo de vida que tenha significado e que também deixe uma marca no mundo, o que faz com que se preocupem com o social, o sustentável e com os direitos humanos.

E o crescimento vem de alguns anos

Esse posicionamento, aliando tecnologia e inovação com valores sociais fizeram com que essa nova geração de empreendedores crescesse significativamente nos últimos anos.

Faz sentido, porque o perfil do consumidor também mudou. Ele prefere comprar de empresas transparentes ou autênticas com suas práticas e crenças e, que se possível, compartilhem dos seus valores.

A maioria dos donos de empresas lideradas por millennials está bem além das  declarações de missão e visão das empresas tradicionais, que são colocadas na parede com uma moldura bonitinha, mas, servem, apenas, para enfeitar o ambiente.

A nova geração de empreendedores, principalmente, de pequenas empresas, leva a sério sua missão. Para eles, ter um negócio é mais do que receita e crescimento de vendas.

Como proprietários de pequenas empresas, eles se destacaram porque são especialistas em tecnologia, têm altas expectativas de crescimento e são muito otimistas.

À medida em que avança o novo ano, aumentam as expectativas do quanto eles conseguirão realizar em 2019. E é melhor não duvidar da capacidade que possuem…

A verdadeira geração empreendedora?

Clichê falar sobre frases de Steve Jobs, novamente, ainda que o gênio da maçã tenha revolucionado, em termos de negócios.

Mas a antiga frase, citada em seu discurso na faculdade de Stanford, que era a última página da última edição do Whole Earth Catalogue, Stay Hungry, Stay Foolish, parece ter sido incorporada ao mindset da geração millenial.

Significa algo como: “Mantenha-se faminto. Mantenha-se tolo”

Existem diversas interpretações, mas acreditamos que manter-se faminto, é estar sempre curioso para aprender e conseguir mais. Ser tolo, por outro lado, é atrever-se a tomar uma decisão não convencional e seguir a sua intuição ou aquilo que você acredita.

Não à toa, segundo uma pesquisa de 2014 da universidade de Bentley, sobre millenials e empreendedorismo, o objetivo de 67% dos 1.031 entrevistados, não era subir a escada corporativa e se tornar um CEO ou presidente, mas sim, iniciar seu próprio negócio.

De acordo com Fred Tuffle, diretor do programa de empreendedores da Bentley, “a geração do milênio está percebendo que abrir uma empresa, mesmo que ela quebre, ensina mais em dois anos do que ficar sentado em um cubículo por 20 anos”

Fome ou tolice? Diríamos que espírito empreendedor!

Feliz 365 novos dias com uma contabilidade 2.0

Para o mercado contábil, é muito importante entender e saber como ajudar a nova geração empreendedora.

É necessário descomplicar a comunicação, ter flexibilidade e acreditar que propósito, é o que realmente faz com que sua empresa tenha algo a oferecer para o mercado, diferenciando-se daqueles que querem apenas alguma coisa dele.

Portanto, se você é millenial ou não e quer uma contabilidade 2.0, nós podemos ajudá-lo!

Mas o que é contabilidade 2.0?

Contabilidade 2.0 são empresas de contabilidade que, como a HX, estão sempre antenadas nas novas tecnologias, usando-as para automatizar e integrar processos, tanto nossos quanto dos nossos clientes.

Transformamos digitalmente as áreas administrativas de sua empresa, para que você não perca tempo com trabalhos burocráticos e repetitivos.

Além disso, oferecemos uma consultoria estratégica de negócios, que permite aos nossos clientes entenderem melhor suas áreas Contábil, Financeira, Fiscal e Trabalhista, tomando melhores decisões que façam sua empresa crescer, e ainda economizar com os impostos.

Se você ainda não tem um contador assim ou ficou interessado, manda um e-mail, telefone ou sinal de fumaça que teremos o maior prazer em explicar com funciona.

Bom, agora fechamos.

Stay Hungry. Stay Foolish.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *