Burocracia Contabilidade Cultura

Será o fim do contador boring?

A agilidade e velocidade com que as mudanças acontecem atualmente exigem que o profissional esteja sempre atento e antenado.

Como o Chapolin Colorado com suas anteninhas de vinil ligadas para detectar tudo, o novo contador precisa estar desenvolvendo novas habilidades e desempenhando um papel proativo na construção do seu negócio.

Afinal, o mercado procura pessoas inovadoras, que agreguem valor ao negócio e não estejam presas na sua zona de conforto.

Neste sentido, mais do que viver como um náufrago afundado em pilhas de papel, o novo contador é alguém que arregaça as mangas para colaborar com a gestão do negócio, do fluxo de caixa e de crédito, faz análises e prospecções que possam contribuir com os projetos e negócios.

Um profissional em movimento

Com o avanço da tecnologia o ritmo de transformação do mercado tornou-se constante e um bom profissional da área contábil precisa ter ritmo para acompanhar essa jornada. Por isso, o novo contador é dinâmico, está sempre em movimento de aprendizagem e buscando atualização para incorporar ao seu serviço.

Em relação à legislação e às normas contábeis, sobretudo, é essencial que os contadores estejam sempre atualizados a respeito das alterações constantes que se relacionam diretamente com operações comerciais e estratégicas da empresa.

Além disso, ganha destaque a expansão do horizonte de conhecimento necessário para a atuação profissional do contador. Hoje em dia são muito importantes as noções de Economia, Administração, Direito, Gestão de Pessoas e Controladoria, por exemplo. Isso serve para ampliar o entendimento sobre o contexto nacional e internacional e antecipar situações possíveis que podem exigir um posicionamento ou movimento do negócio.

O contador deve, ainda, ter uma boa comunicação com as outras áreas da empresa, preocupando-se em buscar uma formação cultural que lhe permita interagir com quem está ao seu redor.

Hard skills x soft skills

As habilidades de um profissional da área da contabilidade devem ser diversas. No entanto, esta nova era vem acompanhada de um reconhecimento maior das pessoas que desenvolvem não apenas as hard skills, mas também suas soft skills, e demonstram uma preocupação real em se dedicar à criação de novas experiências para seus clientes.

As hard skills são habilidades profissionais que podem ser facilmente mensuradas e identificadas através da apresentação de um diploma, certificado ou atestado. Elas se referem aos conhecimentos técnicos da área profissional e até pouco tempo eram consideradas como principal baliza para a avaliação da competência.

Já as soft skills são um pouco mais abstratas, pois não podem ser avaliadas apenas por certificados e estão ligadas à experiência psicossocial da pessoa. São habilidades relacionadas à criatividade, capacidade de trabalhar em circunstâncias de pressão ou desenvolver projetos colaborativos em equipe.

Essas são habilidades que ganharam relevância com o passar dos anos e que hoje são um requisito importante para a colocação profissional no mercado contábil.

Além disso, conhecer e se interessar por Customer Success, Recursos Humanos Estratégicos e estar a par das inovações tecnológicas e métodos Ágeis é um diferencial e tanto. Tudo isso, é claro, sem negligenciar a parte boring, que é o processamento das informações de forma eficaz.

Boring pero no mucho

A versatilidade deste profissional é quase como a dos super-heróis, como o Superman, que se divide entre o jornalismo e as aventuras nas ruas de Metrópolis, ou o Homem-aranha, que também exerce uma profissão meio boring, como fotógrafo, quando não está combatendo o crime em NY.

É assim que o novo contador adquire, ainda, o super-poder do no paper, o que, convenhamos, é algo extraordinário em uma área antes inundada por papéis. Para isso, participa de eventos e inclui o time na estratégia, indo muito além do triturador de números ou cumpridor da parte boring, que é a burocracia.

Desta forma, o contador “Boring”, aquele que trabalha somente para o governo, vai desaparecendo, e cada vez mais os profissionais com agilidade, pautados pela tecnologia e novas formas de fazer contabilidade, vão surgindo como uma esperança para os empreendedores, que querem ter uma boa experiência também no quesito contabilidade.

Aqui nós aplicamos e desenvolvemos constantemente o perfil do novo contador e você pode contar com a gente e com todos os benefícios que apontamos no texto para que sua empresa não tenha uma ruptura cultural e sua experiência seja única!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *