Contabilidade

Como a contabilidade pode ajudar na gestão financeira escolar

contabilidade na gestão financeira escolar

As instituições de ensino têm um papel inquestionável para a sociedade. E, ao promover conhecimentos teóricos, formar cidadãos e contribuir para a transformação social, estará cumprindo seu principal objetivo: educar!   

Mas, por trás da preocupação em manter a qualidade de ensino, faz-se presente o olhar atento quanto à sua sustentabilidade como uma empresa prestadora de serviço educacional. Portanto, cuidar da gestão financeira com zelo, planejamento e controle são extremamente necessários.

Neste artigo, o gestor financeiro escolar vai compreender que a junção da sua gestão com a contabilidade é o melhor caminho para o sucesso da instituição.

Como a contabilidade pode ajudar na gestão financeira escolar

A fim de manter a saúde financeira da instituição escolar, o gestor financeiro precisa ter uma visão panorâmica da empresa. Por isso, faz-se necessário:  

  • equilibrar as contas; 
  • compreender os indicadores do fluxo de caixa (despesas/custos gerais e operacionais); 
  • adotar boas práticas – registrando todo o movimento de entrada e saída; 
  • controlar as transações financeiras;
  • analisar rentabilidade em novas oportunidades de negócios;
  • fazer planejamento tributário.

Portanto, confira abaixo, a importância do trabalho integrado da gestão financeira com a contabilidade inovadora, automatizada e totalmente online e digital.

Papel da contabilidade na Instituição de Ensino

Nas instituições de ensino, principalmente nas privadas, as responsabilidades financeiras são extensas e quando mal executadas podem, inclusive, fechar as suas portas.  Por este motivo, contar com o auxílio de um serviço contábil é primordial. Que visa principalmente cuidar, junto ao gestor financeiro, da saúde financeira da instituição

Abaixo, seguem importantes pontos de ligação entre a gestão financeira e o escritório de contabilidade. Leia e entenda a relevância desse elo! 

Gestor Financeiro e a Contabilidade 

O gestor financeiro tem o objetivo de garantir a eficácia da instituição. E para isso, é necessário elaborar um planejamento das entradas e saídas dos recursos, por meios de análise e controle.

Para tanto, o controle do capital precisa ser muito bem apurado, com a finalidade de que as ações, abaixo descritas, sejam efetivadas com sucesso:  

  • pagamento de funcionários; 
  • manutenção e reforma da estrutura física; 
  • investimento em qualificação e inovação;
  • aquisição e/ou reparo de equipamentos.

E, nessa hora, a ajuda do contador é fundamental, para trabalhar com o gestor na manutenção do capital de giro.

O escritório de contabilidade pode auxiliar as instituições de ensino, desde o cumprimento de tarefas básicas, como: contratação de novos colaboradores, controle do fluxo de caixa, registros de entradas e saídas, contas a pagar e receber e inadimplência. 

E, como o papel do contador, hoje em dia, vai muito mais além das atividades acima, ele pode auxiliar a escola a se posicionar no mercado. 

O controle financeiro através do fluxo de caixa e comparativo entre orçado x realizado

A visão macro do gestor e o olhar consultivo do contador vão definir, de maneira assertiva, onde a instituição deverá investir os recursos, sem que a qualidade de ensino seja afetada. 

Por exemplo, um planejamento bem alinhado com a contabilidade permite que o gestor financeiro elabore o orçamento geral (receitas, impostos, custos, despesas) e mapeie todas as necessidades de investimento da escola (softwares, hardwares e outros). 

Essas informações alimentarão o fluxo de caixa e o demonstrativo de resultado com os valores de entradas e saídas, em tempo real, sendo possível, compará-los com o movimento realizado mês a mês.

Controle de Despesas

Toda empresa que almeja sucesso elabora um plano de negócios, incluindo metas e objetivos, a médio e longo prazo, com o propósito maior de prestar um serviço com excelência.

Para tanto, no caso da instituição de ensino o controle de despesas está relacionado com: 

  • o quantitativo de matrículas; 
  • a capacidade e qualificação do corpo docente; 
  • número de inadimplências e 
  • reparos na estrutura da escola. 

E assim, o gestor financeiro e o consultor contábil terão visibilidade dos custos fixos e variáveis mensais da organização, resultando no conhecimento do valor mensal.   

E de posse do valor mensal, o contador ao emitir relatórios financeiros, possibilita que os gestores tenham decisões assertivas, eficientes e coerentes com o planejamento traçado. 

Redução de Custos

A fim de que a escola não sofra com a falta de capital de giro, é importante a análise periódica em gastos desnecessários que podem ser eliminados ou otimizados. 

Com isso, algumas despesas secundárias devem ser observadas, a fim de que, em momentos de crises, internas ou externas, não prejudiquem a saúde financeira da empresa. 

Portanto, diminuir esses gastos, significa uma possível reserva nos cofres para quaisquer eventualidades futuras. Mas, como o foco da instituição é o aluno, ao mapear a redução de custos, a gestão não pode permitir cortes orçamentários que possam prejudicar o discente.

Assim, essa é uma ação primordial, que o serviço contábil, pode prever e calcular como a empresa deverá se comportar. 

Contudo, o consultor contábil pode ir mais além, em:

  • verificar possibilidades de reduzir o valor dos tributos, observando as leis tributárias; 
  • negociar com fornecedores; 
  • elaborar, com o gestor administrativo financeiro, um plano para otimizar o uso de água, energia e material de consumo.  

Inadimplência

A principal receita de uma instituição financeira é o pagamento das mensalidades do aluno. E, quando ocorrem atrasos, todo o planejamento da escola sofre. Portanto, utilizar estratégias eficientes e coerentes é importante para que os resultados sejam positivos.

Aqui, vale contar com o serviço contábil, que junto ao gestor financeiro, criará processos de abordagens eficientes para solucionar o problema da inadimplência do cliente com a escola. 

Uso de patrocínio e incentivos tributários como marketing 

Atualmente, nos âmbitos federal, estadual e municipal existem diversos patrocínios/incentivos a algumas instituições que podem ser realizados pelas escolas, sem onerar o gasto orçamentário. É isso mesmo! 

Um planejamento entre contabilidade, gestão financeira e marketing pode resultar em uma grande ação e melhoria na exposição de marca da escola, você sabia?

Conclusão

Após os pontos apresentados, deu para perceber que a integração da gestão financeira com a contabilidade favorece a instituição de ensino de maneira exponencial?

Pois é… as vantagens ao contratar um escritório de contabilidade para auxiliar a gestão financeira  são inúmeras. 

E, com a Contabilidade Digital ou Contabilidade 2.0, tudo se torna mais eficiente e rápido. 

Confira aqui os principais pontos:  

  • dados são armazenados na nuvem;  
  • informações serão inseridas em tempo real de forma eficaz, rápida  – com margem de erro quase zero; 
  • relação entre o contador e a empresa é mais próxima; 
  • otimização nos serviços contábeis e do tempo de entrega; 
  • margem de erro reduzida nos resultados contábeis e 
  • maior atenção às legislações. 

Ao contratar uma contabilidade inovadora, tecnológica e digital sua instituição de ensino vai se destacar no mercado, permanecendo à frente dos concorrentes. Consulte-nos para formar uma parceria forte e coesa!  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *